Imprimir esta pg
0
0
0
s2sdefault

Desmonte: Direção da Petrobrás reabre processo de venda das refinarias Rnest, Repar e Refap

Publicado em 28/06/2022 Lido 644 vezes

O plano também prevê a venda integral da Unidade de Industrialização do Xisto, da Rlam, da Regap, da Reman e da Lubnor


A Petrobrás anunciou nesta segunda-feira, 27, o reinício dos processos de venda da Refinaria Abreu e Lima (Rnest), em Pernambuco, Refinaria Presidente Getúlio Vargas (Repar), no Paraná, e Refinaria Alberto Pasqualini (Refap), no Rio Grande do Sul, bem como os ativos logísticos integrados a essas refinarias. Para as três refinarias, a estatal contratou o Citigroup Global Markets Assessoria.


O prazo original acordado com o Cade para vender as refinarias acabou no fim do ano passado, mas foi renegociado. Segundo comunicado divulgado pela estatal, as principais etapas dos processos de venda ainda serão divulgadas.

O plano também prevê a venda integral da Unidade de Industrialização do Xisto (SIX), da Refinaria Landulpho Alves (RLAM), da Refinaria Gabriel Passos (Regap), da Refinaria Isaac Sabbá (Reman) e Lubrificantes e da Derivados de Petróleo do Nordeste (Lubnor), bem como os ativos logísticos integrados a essas refinarias.

O plano de desinvestimento em refino da Petrobrás representa, aproximadamente, 50% da capacidade de refino nacional, totalizando 1,1 milhão de barris por dia de petróleo processado.

Fonte: Brasil 247 e Valor Econômico

Última modificação em Terça, 28 Junho 2022 15:49
Avalie este item
(5 votes)