Imprimir esta pg
0
0
0
s2sdefault

Nesta 4ª feira (15) Assembleia Legislativa da Bahia debate privatizações e política de preços para os combustíveis

Publicado em 14/12/2021

Fórum Baiano de Defesa da Petrobrás convida para debate em torno da política de preços para os combustíveis e privatizações

Audiência Pública na Assembleia Legislativa da Bahia debate 80 anos de exploração - do Candeias 1 ao Pré-sal

CONVITE

O Fórum Baiano em Defesa da Petrobrás – integrado por AEPET-BA, ASTAPE-BA, Sindipetro-BA e ABRASPET, tem a honra de convidá-lo a participar da Audiência Pública "80 anos de exploração de petróleo no Brasil – do Candeias 1 ao pré-sal e política de preços dos combustíveis", que acontecerá na Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), na quarta-feira 15 de dezembro, às 9h.

Em função da pandemia, a audiência será semipresencial, com transmissão pela TV ALBA. O salão onde será realizado evento está limitado a 30 pessoas, por isso, caso prefira participar presencialmente, é necessário fazer solicitação prévia através do e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. ou pelos telefones (71) 3012- 4172 e (71) 98356-8081 (WhatsApp ou Telegram).

A Audiência Pública, requerida pelo deputado estadual Hilton Coelho (PSOL), atendendo a solicitação do Fórum, marca a homenagem aos 80 anos da atividade de exploração e produção comercial de petróleo e gás no Brasil, que teve início na Bahia.

O poço Candeias 1, onde tudo começou, foi vendido pela Petrobrás em dezembro do ano passado para a Ouro Preto Energia Onshore, subsidiária da 3RPetroleum, de capital argentino, por 250 milhões de dólares.

A audiência abordará, ainda a grave crise que vivemos hoje, com constantes reajustes dos combustíveis e o dilema da privatização versus preservação do patrimônio nacional. O Fórum entende que o controle da matriz energética é de fundamental importância para a preservação da soberania nacional.

O agravamento da pobreza, a má distribuição de renda e o subdesenvolvimento (industrial, econômico e social), contrasta com o fato de o Brasil ter uma das maiores reservas de petróleo do mundo.

Precisamos lutar para manter a Petrobrás como uma empresa do povo brasileiro integrada, do poço ao posto, responsável pela indução da industrialização e com uma política de precificação de seus derivados, capaz de atender as necessidades da sociedade.

Contatos: AEPET-BA, telefones (71)3012-4172 e (71)98356-8081 (WhatsApp ou Telegram) ou e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

Última modificação em Terça, 14 Dezembro 2021 20:34
Avalie este item
(1 Vote)