Imprimir esta pg
0
0
0
s2sdefault

Derrota na Nicarágua pode acarretar golpe no Brasil

Publicado em 11/11/2021 Lido 4227 vezes

Derrota na Nicarágua pode acarretar golpe no Brasil

 

bandeira nicaraguaEmbora a acachapante derrota dos interesses financeiros e de seu feitor estadunidense não tenha encontrado muita repercussão na imprensa supostamente brasileira, as necessidades de ativos pelo sistema financeiro, para continuar postergando nova crise, e as manifestações do governo dos Estados Unidos da América (EUA) e da imprensa estrangeira, leva-nos a temer pelo que ainda resta de patrimônio nacional brasileiro, entre estes, da Petrobrás.

Como exemplo temos a “Americas Quartely”, como diz o nome, uma publicação trimestral da revista nova-iorquina, que abertamente defende a invasão nos países que descumprem as ordens de Washington. Ela, já no título sobre o resultado eleitoral nicaraguense, pergunta: “O que fazer com a Nicarágua?”, como se coubesse a seus leitores, e não ao povo do país consultado no domingo dia 07/11, a resposta. Mas o subtítulo da matéria já dá a resposta: “Região tem pouco tempo para mostrar que outra ditadura na América Latina será intolerável”. Em outras palavras, a enorme distância entre os papeis financeiros e os ativos que os sustentam já não pode aguentar mais tempo.
E devemos estar preparados para novas alienações dos ativos da Petrobrás a preço vil, como tem sido o trágico histórico.

 

******
Ações da Petrobrás indicam venda de ativos

Neste ano de pandemia, as ações preferenciais da Petrobrás oscilaram cerca de 50%, entre R$ 21,11 e R$ 31,76. Já as ordinárias, que dão direito a voto nas Assembleias, variaram 37%. O que pode significar que a estratégia dos gestores de ativos, capitais apátridas que se infiltram no País, não estão objetivando o trabalho de administrar a Petrobrás, mas, simplesmente, ganhar com os imensos dividendos oriundos da venda de ativos.

 

ENERGIZANDO

- Luta contra o PPI: Projeto do senador Rogério Carvalho, que reduz preço dos combustíveis, avança no Senado

https://www.fup.org.br/ultimas-noticias/item/27406-luta-contra-o-ppi-projeto-de-rogerio-carvalho-que-reduz-preco-dos-combustiveis-avanca-no-senado

- COP26 não ouve as preocupações de África

https://oilprice.com/Latest-Energy-News/World-News/COP26-Climate-Summit-Not-Hearing-Africas-Concerns.html

- Preço do combustível impacta inflação e IPCA de outubro é o maior desde 2002

https://www.cut.org.br/noticias/preco-do-combustivel-impacta-inflacao-e-ipca-de-outubro-e-o-maior-desde-2002-f779

- Em reunião na Comissão de Infraestrutura do Senado, dia 09, o ministro Bento Albuquerque afirmou que até 2016 a Petrobrás importava todo o combustível consumido no país. Em que país ele vive?

- FNP, FUP e diversos sindicatos petroleiros promovem um tuitáço em favor da Petrobrás Biocombustíveis (PBio), nesta sexta-feira, as 10h. #SustentabilidadeNãoSeVende

  

Avalie este item
(17 votes)
Veja algumas métricas do portal.