Imprimir esta pg
0
0
0
s2sdefault

Petrobrás abre mercado para concorrentes

05 Setembro Lido 6641 vezes

Mercado brasileiro de combustíveis está sendo entregue a importadores

Desde o dia 31 de agosto, a gasolina acumulou sozinha acréscimo de 11,2% no preço, enquanto que o diesel ficou 8,94% mais caro a partir de 29 de agosto. A nova política de preços da Petrobras – aumentos ou reduções quase diárias – que acaba de completar dois meses, e é avaliada como positiva pela estatal. No entanto, o presidente da AEPET, Felipe Coutinho, pondera que esta política não diminuiu a ociosidade das refinarias, nem fez a empresa reconquistar o mercado. Falando à imprensa, Coutinho destacou que o mercado brasileiro está sendo entregue para importadores.

O presidente da AEPET lembrou que o petróleo e seus derivados são mercadorias estratégicas para qualquer país. “A energia é o que movimenta a economia, é o que movimenta a indústria, é o que faz com que as mercadorias e as pessoas circulem. Então, quando você tem preço da energia alto, você torna toda a economia menos produtiva. E essa improdutividade da economia impacta nas condições de vida da população. Quando você consegue ter uma economia com os custos de energia mais baixos, ela fica mais competitiva e as pessoas podem consumir mais”, opinou.

Clique aqui para ler a matéria, publicada no site IG e replicada em outros veículos, como Brasil Econômico e Metro.

Última modificação em Quarta, 06 Setembro 2017 16:16
Avalie este item
(2 votes)
0
0
0
s2sdefault
Veja algumas métricas do portal.
Subscribe to this RSS feed