Imprimir esta pg
0
0
0
s2sdefault

Bolívia: Nacionalização tem impacto positivo na economia

30 Abril Lido 538 vezes

Desemprego caiu para 4%

Os recursos recebidos com a nacionalização dos hidrocarbonetos permitiram reduzir a pobreza na Bolívia, destacou hoje o analista Jaime Durán como uma das contribuições da medida econômica para o país.

Entre 2006 e 2019 durante o governo de Evo Morales foram gerados 24 bilhões de dólares para essa causa e a taxa média de crescimento foi de 5%, o que implicou uma importante mudança social, acrescentou o pesquisador em questões de desenvolvimento.

Durante esse período, o desemprego caiu para 4%, enquanto em 2020, como resultado do golpe de Estado, tivemos uma queda de 11% e o desemprego atingiu 12%, o que demonstra a contribuição desastrosa do modelo neoliberal, disse o especialista à Bolivia TV.

A nacionalização teve um impacto positivo e foi a decisão certa para o progresso nacional, disse o ex-diretor geral de Planejamento dos Ministérios de Mineração e Metalurgia e Economia.

Em relação aos indicadores financeiros atuais, Durán enfatizou que a Bolívia está no caminho da recuperação com o pagamento de impostos pela população, entre outras ações implementadas pelo Presidente Luis Arce.

Desde a campanha anterior às eleições de 18 de outubro de 2020, o presidente disse que iria trabalhar incansavelmente para reconstruir a economia boliviana, enfrentar o vírus SARS-CoV-2 e recuperar a democracia.

Após sua chegada ao cargo em novembro passado, ele apoiou o setor, do qual era o chefe e promoveu uma estratégia para avançar financeiramente, cujas prioridades incluem o retorno a uma ordem social comunitária mais justa e mais inclusiva.

Fonte: Pátria Latina

Avalie este item
(3 votes)
0
0
0
s2sdefault
Veja algumas métricas do portal.
Subscribe to this RSS feed