Imprimir esta pg
0
0
0
s2sdefault

O maior desastre na Reduc deixou 38 mortos e 53 feridos há 48 anos

30 Março Lido 1168 vezes

Na madrugada de 30 de março de 1972, uma explosão num tanque de gás liquefeito de petróleo (GLP)

da Refinaria Duque de Caxias, causou a morte de 38 pessoas e deixou outras 53 feridas.

A Refinaria de Duque de Caxias (Reduc) foi inaugurada em 1961. Era a maior do país e da América do Sul até a construção da Refinaria de Paulínia. Além de petróleo, produz derivados como borracha, plástico e processamento de gás.

Na madrugada de 30 de março, durante uma manobra de válvulas, ocorreu um vazamento em um dos quatro tanques esféricos de GLP. Apesar dos esforços dos funcionários da refinaria, uma primeira explosão ocorreu às 0h50, seguida por outras menores. Partes do tanque foram lançadas a dois quilômetros de distância. O distrito de Campos Elíseos, localizado ao lado fábrica, entrou em pânico. Centenas de pessoas deixaram suas casas assustados com as explosões. Algumas conseguiram parar um trem da Estrada de Ferro Leopoldina que por ali passava implorando para ser evacuadas dali. Com a ampliação do incêndio, as brigadas da Petrobrás não conseguiram conter as chamas e bombeiros de toda a Baixada Fluminense foram deslocados para conter o desastre.

Última modificação em Segunda, 30 Março 2020 18:22
Avalie este item
(4 votes)
0
0
0
s2sdefault
Veja algumas métricas do portal.
Subscribe to this RSS feed