Imprimir esta pg
0
0
0
s2sdefault

Macri põe Argentina no topo das economias mais vulneráveis

Publicado em 30/07/2019 Lido 1866 vezes

Ranking feito pela Bloomberg analisa a situação econômica de 20 países

 

A política neoliberal do governo de Maurício Macri, elogiada pelo governador de São Paulo, João Doria (PSDB), e pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL), colocou a Argentina no primeiro lugar do ranking de “economia mais vulnerável do mundo”.

O ranking é feito pela Bloomberg, que analisa a situação econômica de 20 países. Em segundo lugar está a Turquia, também governada por um presidente de direita, Recep Tayyip Erdogan, como os outros, adepto de medidas de arrocho contra a classe trabalhadora.

A classificação acontece no mesmo momento em que Macri tenta a reeleição, apesar de ser reprovado e acusado pela população argentina pelo aumento da pobreza, resultado das medidas que prejudicam a população, como aumento de tarifas de serviços básicos e transportes, demissões em massa e retirada de direitos.

Os principais fatores analisados pelo grupo Bloomberg para elevar a Argentina ao topo das economias mais “perigosas” do planeta são a dívida externa maior do que o Produto Interno Bruto (PIB) do país; aumento da inflação, que chegou a 55,8% em junho deste ano, muito acima das metas estabelecidas pelo governo; déficit de reservas monetárias de 2% do PIB (o Brasil já tem 1,7%); e “baixas reservas internacionais”, que são ativos em moeda estrangeira e funcionam como uma espécie de seguro para cumprir obrigações futuras e enfrentar crises cambiais.

Fonte: Monitor Mercantil

Avalie este item
(2 votes)