AEPET Direto

AEPET Direto(25/04/12)

Data: 24/04/2012 

AEPET DIRETO(25/04/12)

DESTAQUE

DEBATE SOBRE A PROFISSÃO DE GEOFÍSICO

A AEPET convida os interessados para participarem do Debate sobre a Regulamentação da Profissão de Geofísico que acontecerá no dia 26/04(5ª feira), às 17h30, no Clube de Engenharia(Av. Rio Branco, 124/20ºAndar). Os participantes da discussão serão os seguintes profissionais: Carlos Alves da Cunha Filho(geofísico da Petrobrás), Marcelo Brasil Silka (geofísico da Petrobrás), Ricardo Latgé Milward de Azevedo(geólogo da Petrobrás) e José Alberto Bucheb(geólogo da Petrobrás). A Petrobrás também foi convidada para enviar um representante institucional para melhorar o debate com a categoria dos geofísicos.

NOTÍCIAS

GRAÇA FOSTER VAI AO CONGRESSO NACIONAL

A Comissão de Minas e Energia vai receber, na quarta-feira (25/04), a presidente da Petrobrás, Graça Foster, para discutir as estratégias de investimento da estatal. Na audiência, os deputados pretendem conhecer as prioridades de expansão da empresa, a política de reestruturação e, sobretudo, o destino dos US$ 13,6 bilhões previstos no Plano de Negócios da Petrobrás. Autor do pedido de audiência pública, o deputado Arnaldo Jardim (PPS-SP) lembra que esse orçamento é muito maior do que o de vários estados brasileiros. Ele afirma que, apesar disso, a terceira maior empresa de energia do mundo passa por um momento delicado por estar no limite da capacidade de endividamento. Além disso, Jardim ressalta que a Petrobrás precisa arcar com responsabilidades adicionais, sobretudo a partir do marco regulatório do pré-sal, aprovado no Congresso. "Vamos cobrar um cronograma de investimentos e, ao mesmo tempo, zelar para que a Petrobrás amplie os investimentos na ponta, na busca por aumento da produção, e que seja mais rigorosa nos seus gastos com custeio”, diz. O deputado também defende que a Petrobrás use mais equipamentos nacionais na exploração do petróleo, como forma de incentivo à indústria brasileira. Graça Foster está à frente da Petrobrás há pouco mais de dois meses e, ao lado da presidente Dilma Rousseff, foi incluída na lista das 100 pessoas mais influentes do mundo, divulgada recentemente pela revista Time, dos Estados Unidos.(Agência Câmara)

NÓS E A ARGENTINA

Em artigo à Carta Maior- Debate Aberto, Paulo Kliass, aborda: "a divulgação da decisão da presidenta Cristina Kirchner, a respeito da nacionalização da empresa petroleira YPF, reacendeu ódios e paixões sobre um tema bastante sensível. As famosas relações entre o setor público e o setor privado, as supostas vocações naturais de um e de outro ente para atuar em áreas estratégicas. E, de quebra, ainda contribuiu para acirrar a polarização das posições no debate sobre desenvolvimento nacional e economia". ( Carta Maior )

PETRÓLEO E POLÍTICA

TODOS SOMOS ARGENTINOS

Em brilhante artigo publicado em seu blog, Mauro Santayana fala sobre a decisão de Cristina Kirchner. O Brasil e a Argentina, sendo os dois maiores países da América do Sul, têm sido alvos preferenciais do domínio euroamericano em nosso continente. A Argentina, sob Cristina Kirchner, depois de anos desastrados de ditadura militar, e do governo caricato e neoliberal de Menen, se confronta com Madri, ao retomar o controle de suas jazidas de petróleo que estava com a Repsol. Quando um governo entrega, de forma aviltante, os bens nacionais ao estrangeiro, como também ocorreu no Brasil, procede como quem oferece seu corpo no mercado da prostituição. Assim, as medidas de Cristina buscam reparar a abjeção de Menem.(Blog Mauro Santayana)

GREVE EM BELO MONTE

As obras nos canteiros de obra da Usina Hidrelétrica Belo Monte na Volta Redonda do Xingu, em Altamira do Pará, votaram a parar ontem. É a segunda paralisação da maior obra do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) em menos de 20 dias. Atualmente 60% dos trabalhadores moram em Altamira e os outros 40% são alojados nos canteiros. Estão funcionando apenas 30% dos serviços - os essenciais previstos em lei. O clima é de tensão, mas não há atos de vandalismo ou agressões por parte dos grevistas. Os cerca de 7 mil trabalhadores decidiram cruzar os barcos argumentando que o Consórcio Construtor Belo Monte (CCBM) não atendeu a duas questões da pauta de reivindicações que estava sendo negociada há alguns dias. Os pontos que não foram atendidos são o aumento do valor da cesta básica, que é hoje de R$ 95 (os trabalhadores pedem R$ 300), e a diminuição do intervalo da baixada (direito de visitar a família) de seis para três meses. Todos esses itens já são cumpridos em outras obras do mesmo tipo, "e só o CCBM não quer aceitar", segundo o vice-presidente do Sintrapav do Pará, Roginel Gobbo. O CCBM disse que a "paralisação surgiu do não atendimento de reivindicações realizadas fora da data-base da categoria, e em plena vigência do Acordo Coletivo de Trabalho de 2012" e por essa razão, "amparado na legislação vigente, está tomando todas as medidas judiciais visando ao encerramento do movimento e o retorno dos funcionários ao trabalho".(Nicomex Notícias/Redação)

COTAÇÃO DO PETRÓLEO

O petróleo Tipo Brent negociado em Londres ficou cotado em US$ 118,41 por barril nesta 3ª feira (24/04). Em Nova Iorque, o barril WTI estava cotado em US$ 103,51 nesta mesma jornada. (Diário Digital)

DESTAQUES DO AEPET DIRETO

A CAMPANHA DOS ENGENHEIROS PELA VERDADE (Leia mais)

A PALESTRA DO EMBAIXADOR DO IRÃ (Leia mais)

O DISCURSO DE SILVIO SINEDINO NA POSSE DO CA DA PETROBRÁS (Leia mais)

A REUNIÃO DA AEPET/NS COM O GOVERNADOR DO CEARÁ (Leia Mais)

A CONSPIRAÇÃO CONTRA O BRASIL (Leia Mais)

A AEPET ESTÁ DISPONIBLIZANDO NO SEU SITE A VERSÃO ONLINE DO LIVRO DOS SEUS 50 ANOS DE HISTÓRIA. PARA LER A OBRA.(Clique Aqui) 

 

Conteúdo Relacionado

Não há conteúdo relacionado.

Tags

Não há tags relacionadas