Notícias

Parente condiciona investimento no pré-sal à “flexibilização” do conteúdo nacional

Data: 22/03/2017 
Fonte: Brasil 247 e GGN
Autor: Alex Prado

Em mais uma investida contra a indústria brasileira, o presidente da Petrobrás, Pedro Parente, condicionou investimentos da ordem de US$ 5,5 bilhões na área do pré-sal, no campo de Libra, à flexibilização da política de conteúdo local. Para Parente, só "flexibilização do conteúdo local permitirá o desenvolvimento" do campo de Libra; "São US$ 5,5 bilhões nos próximos cinco anos", assegurou referindo-se à primeira fase do projeto.


A afirmação de Parente foi feita em um evento promovido pelas petroleiras visando o fim da política de conteúdo local.Para Parente, a política de conteúdo nacional transformou o país em "uma indústria de multas", já que, segundo ele, os fornecedores nacionais não conseguem atender as exigências mínimas estabelecidas nos contratos firmados junto a estatal.


As mudanças nas regras de conteúdo local foram criticadas por entidades representativas dos trabalhadores e também da indústria. Em entrevista para o jornalista Luis Nassif, do GGN, o vice-presidente da Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ), Cesar Prata, afirmou que as alterações deverão aumentar em 1 milhão o número de desempregados somente neste ano. 

 

 

"Imagina um governo decidir a favor de seis petroleiras estrangeiras e virar as costas para 200 mil industrias do seu próprio país? Tem alguma coisa errada. Acho que eles não se deram conta ainda", criticou o vice-presidente da Abimaq.


 

Conteúdo Relacionado