Rio de Janeiro,
Notícias

Matéria retificada: Déficit na Petros: conta não pode ser paga pelos participantes

Data: 24/09/2015 
Autor: Rogério Lessa

Por erro da Diretoria de Comunicação da AEPET, foi publicada matéria sobre o apoio da Diretoria da entidade que não confere com o que foi aprovado na reunião do dia 22 de setembro de 2015. A decisão correta e que consta da ata é a seguinte:
"Eleições para a Petros: A Diretoria aprovou que a AEPET apóie os seguintes candidatos: Conselho Fiscal: Fernando e Brandão e para o Conselho Deliberativo: Agnelson e Arthur Ferrari.
Desta forma, corrigindo nosso erro, pedimos desculpas aos nossos leitores e a todos os candidatos e as demais entidades e republicamos a matéria com a decisão correta.
Diretor de Comunicação da AEPET Ronaldo Tedesco Vilardo

Está em curso na Câmara dos Deputados, em Brasília, uma CPI para investigar os fundos de pensão. E a lista inclui a Petros, cujo déficit chega a R$ 6,2 bilhões. Para lutar contra o repasse dessa conta aos participantes, a diretoria da AEPET aprovou apoio aos candidatos Fernando Siqueira (titular) e Paulo Teixeira Brandão (suplente) chapa 82, as candidaturas das chapas 73 de Arthur Ferrari (titular) e Edson Almeida (suplente) e 75 de Agnelson Camilo (titular) e Vinícius Camargo (suplente). Não se esqueça que só é possível votar numa chapa do Conselho Fiscal (82) e uma chapa do Conselho Deliberativo (73 ou 75)

 


 

“Há 12 anos o Conselho Fiscal não indica a aprovação das contas da Petros. Nos dois últimos anos este posicionamento foi unânime. Temos que garantir a manutenção do trabalho do Conselho Fiscal e reforçar nossa atuação no Conselho Deliberativo, derrotando o candidato chapa branca”, argumenta Fernando Siqueira, cobrando uma atuação forte na cobrança das dívidas da Petrobrás com a Petros, “que a FUP e a própria Petros se recusam a fazer”.

 


 

“Estamos lutando ainda para outras importantes melhorias na gestão que incluem, como os comitês gestores dos planos Petros BD e Petros 2 e a garantia da eleição de diretores executivos pelos participantes”, acrescenta Siqueira.

“Há 12 anos o Conselho Fiscal não indica a aprovação das contas da Petros. Nos dois últimos anos este posicionamento foi unânime. Temos que garantir a manutenção do trabalho do Conselho Fiscal e reforçar nossa atuação no Conselho Deliberativo, derrotando o candidato chapa branca”, argumenta Fernando Siqueira, cobrando uma atuação forte na cobrança das dívidas da Petrobrás com a Petros, “que a FUP e a própria Petros se recusam a fazer”.

 


“Estamos lutando ainda para outras importantes melhorias na gestão que incluem, como os comitês gestores dos planos Petros BD e Petros 2 e a garantia da eleição de diretores executivos pelos participantes”, acrescenta Siqueira.

Conteúdo Relacionado

Não há conteúdo relacionado.

Tags

Não há tags relacionadas
Av. Nilo Peçanha, 50 - Grupo 2409
Centro - Rio de Janeiro-RJ CEP: 20020-100
Telefone: 21 2277-3750 - Fax 21 2533-2134
Compartilhe
AEPET - Associação dos Engenheiros da Petrobrás Desenvolvido por Arte Digital Internet