Notícias

Sinedino considera absurda qualquer venda de ativos na atual conjuntura

Data: 29/05/2015 
Autor: Rogério Lessa

"Absurdo, não temos que vender coisa alguma, especialmente na atual conjuntura, com o petróleo em baixa e a economia mundial patinando." O comentário é do ex-presidente da AEPET, Silvio Sinedino, sobre os rumores cada vez mais fortes de que a Petrobrás estuda incluir a Transpetro em seu plano de desinvestimento.

 

"A Petrobrás perdeu US$ 20 bilhões devido à política do governo para os preços da gasolina, mantidos artificialmente baixos. Agora  pretende vender ativos estratégicos para angariar US$ 13 bilhões", criticou Sinedino. 

 

Em várias reportagens, o bilionário egípcio Mohamed Al Fayed aparece como principal candidato à compra da Transpetros, cujas negociações estariam avançadas devido à uma suposta ânsia da Petrobrás em "vender o que for possível para engordar o caixa".

 

Na contramão dessa tendência, surge a boa notícia, noticiada aqui mesmo neste espaço, do projeto de decreto nº 100, apresentado pelo deputado federal André Figueiredo (PDT-CE), que pretende sustar o plano de desinvestimento da Petrobrás. 

 

A AEPET apoia a iniciativa do deputado cearense.

Conteúdo Relacionado