Em defesa da PETROBRÁS

Não confunda alhos com bugalhos (resposta aos críticos do regime de partilha)

Data: 28/01/2015 

Diretoria da AEPET responde aos críticos do regime de partilha da exploração do pré-sal

<!-- fwtable fwsrc="http://www.aepet.org.br/hotmailing/clientes/aepet/04062014_aepetdireto/template_2013_aepet_direto_estudo1_6.fw.png" fwpage="04062014_aepetdireto" fwbase="04062014_aepetdireto.jpg" fwstyle="Generic" fwdocid = "1936230790" fwnested="1" -->

27 DE JANEIRO DE 2015 

 

Não confunda alhos com bugalhos (resposta aos críticos do regime de partilha)

 

Em relação à Petrobrás e a correlação oportunista e descabida entre as revelações da operação Lava Jato e o regime de partilha da exploração do pré-sal, com garantia de participação mínima de 30% e operação única pela estatal. Esse artigo é um contraponto aos repetitivos editoriais, artigos de opinião e de “notícias”, melhor definidas como propagandas, que têm sido divulgadas pelos meios empresariais de comunicação no Brasil. Em especial, um esclarecimento ao senhor Sacha Calmon que assina o artigo “Quem tudo quer, tudo perde” no caderno de opinião do Jornal o Estado de Minas em 18/01/15


Faixa Livre contra o trabalho escravo
Nesta quarta-feira (28) o Programa Faixa Livre recebe a auditora fiscal Vera Fixel, da Associação de Auditores Fiscais de Trabalho no Estado do Rio de Janeiro, que vai divulgar o ato de protesto pelos 11 anos de morte de fiscais de trabalho em Unuaí (MG) e campanha contra o trabalho escravo.
Também participam do programa, que vai ao ar diariamente pela Rádio Livre AM 1440 entre 9h e 10h30, o sociólogo Ricardo Ismael, da PUC-RJ; e o professor da COPPE/UFRJ, Marcos Aurélio Freitas. 
Ismael comentará a primeira reunião ministerial do segundo mandato de Dilma Rousseff, enquanto Freitas analisará a crise no abastecimento de água.

Nesta quarta (28), em todo o país, centrais fazem ato defesa dos direitos e do emprego
As principais centrais sindicais do país farão manifestações unificadas  em todas as capitais, nesta quarta-feira (28), Dia Nacional de Lutas por emprego e direitos. No Rio de Janeiro, as centrais estão convocando seus militantes e dirigentes para uma grande concentração na Central do Brasil, a partir das 14h. 
As centrais protestam contra o ajuste fiscal promovido pelo governo federal, que penaliza os trabalhadores. Em vez de taxar as grandes fortunas, por exemplo, para acertar suas contas, o governo resolveu editar, sem qualquer consulta às representações dos trabalhadores, as Medidas Provisórias 664 e 665. Essas MPs atacam e reduzem direitos trabalhistas.


Regular empresas de comunicação aumenta
a liberdade de expressão

Por Roberto Amaral


Em conversa com jornalistas durante o voo entre o Siri Lanka e as Filipinas, em seu recente périplo pelo Oriente Médio, o Papa Francisco, defendeu a existência de limites à liberdade de expressão: “Quanto à liberdade de expressão, todos têm direito de se pronunciar, mas sem ofender. Há um limite, toda religião tem sua dignidade e não pode ser entregue à chacota”. O Papa referia-se às sátiras do Charlie Hebdo, mas é evidente que defendia uma tese: todos — religiões e cidadãos — têm direito a que sua dignidade não seja maculada. Esta é, aliás, também, a voz do Estado de direito democrático. Mas o Papa-estadista vai em frente e afirma: “Se meu amigo Gasbarri [seu médico acompanhante] ofender minha mãe, merece um soco” (Carta Capital, ed. de 21 de janeiro, p. 24). Um soco ou um tiro (ou vários tiros) integram o gênero agressão física; a distingui-los, a intensidade do dano imposto; e ambos, o soco e o tiro, ferem a ordem legal.

Notícias importantes dos últimos “AEPET Diretos”:

Clube de Engenharia em defesa da Petrobrás (leia mais)

Tecnologia para reduzir gases de efeito estufa (leia mais )

Mundo do petróleo desinveste e demite (leia mais)

“AEPET Notícias” - Leia os boletins mais recentes

AEPET Notícias 405 (leia mais)

AEPET Notícias 406 (leia mais

AEPET Notícias 407 (leia mais)

AEPET Notícias 408 (leia mais)

COTAÇÃO DO PRETRÓLEO
O barril Tipo Brent estava em US$ 48,16 nesta 3ª feira (27/01). Por seu lado o óleo leve negociado em Nova Iorque foi para US$ 45,15 o barril.
(Oil-Price.Net)


Para garantir que nossos comunicados cheguem em sua caixa de entrada,
adicione o e-mail direto@aepet.org.br ao seu catálogo de endereços.

Nós respeitamos a sua privacidade e somos contra o spam na rede.
enviado por Hotmailing.com.br

Se você não deseja mais receber nossos e-mails, cancele sua inscrição aqui

Conteúdo Relacionado

Não há conteúdo relacionado.

Tags

Não há tags relacionadas