Notícias

Política de conteúdo nacional é destacada pela Firjan

Data: 03/11/2014 
Autor: Rogério Lessa

Em reportagem que aponta a indústria naval do Rio de janeiro como protagonista do setor no Brasil, o jornal O Globo dá destaque aos resultados do Programa de Modernização e Expansão da Frota de Navios Petroleiros da Transpetro/Petrobras (Promef), principal âncora para os R$ 12,1 bilhões que deverão ser investidos pela indústria naval fluminense entre 2014 e 2016. De acordo com o jornal, nos últimos anos, diversas iniciativas empresariais e incentivos governamentais foram criados para impulsionar os estaleiros. Nesse contexto, pontua o veículo, destacam-se o e projetos implementados pelo principal agente financiador do segmento, o Fundo de Marinha Mercante.

 

A AEPET se mantém na defesa intransigente da indústria do Rio e do Brasil e reitera sua defesa intransigente da política de conteúdo local para as encomendas da Petrobrás. Em setembro último, o site Petronotícias divulgou entrevista do diretor de engenharia da Petrobrás, José Figueiredo, negando que a Petrobrás vá descumprir o conteúdo local. Figueiredo, no entanto, alegou que a indústria brasileira está toda ocupada, com estaleiros cheios, afirmando que a ida de projetos como os cascos da P-75, P-76 e P-77 e os módulos da IESA para o exterior “não irão afetar o cumprimento dos compromissos com a ANP”, diz o texto. A AEPET espera que, passadas as eleições, o governo não se curve a pressões para que abandone suas encomendas à indústria nacional. Para tanto, deve regular o ritmo de produção em sintonia com a capacidade de produção dos fornecedores brasileiros.

Conteúdo Relacionado