Notícias

Retomada do investimento será puxada pelo petróleo

Data: 17/10/2014 
Autor: Rogério Lessa

A revista Valor Setorial publicou matéria afirmando que os investimentos em obras de infraestrutura nos próximos anos poderão impulsionar o crescimento da economia e elevar a taxa de investimento atual, que se mantém na faixa dos 17% do PIB, quando deveria ser de 25% para garantir um crescimento sustentado acima de 4% ao ano, segundo economistas.

O texto aponta que os investimentos em infraestrutura e óleo e gás, entre 2014 e 2017, devem chegar a pouco mais de R$ 1 trilhão, liderados pelo setor de petróleo, que deve aplicar R$ 488 bilhões, 53% a mais do que o investido entre 2009 e 2012. Segundo a publicação, o principal conjunto de obras está relacionado ao desenvolvimento da camada pré-sal, que deverá posicionar o país como um dos maiores exportadores, com um excedente que pode superar 1,5 milhão de barris por dia. A reportagem diz que a Petrobrás deverá chegar ao início da próxima década com uma produção de quatro milhões de barris por dia, o dobro do que extrai hoje.

Os fatos relatados na reportagem só fazem confirmar a importância do uso do pré-sal para desenvolver o país, sobretudo o setor industrial, que vive um momento de retrocesso. O economista Carlos Lessa, ex-presidente do BNDES, lembra que os países que se limitam a exportar petróleo bruto têm se mantido no atraso, como é o caso de vastas regiões do Oriente Médio e, particularmente da Indonésia, na Ásia.

"A Indonésia é um dos países fundadores da OPEP, mas exportou quase todo seu petróleo a menos de US$ 2 o barril. Hoje se tornou exportador a um valor muito superior - atualmente, pouco menos de US$ 90", lembrou o economista em artigo publicado na última edição do AEPET Notícias.

 


Conteúdo Relacionado

Tags

Petróleo Política Óleo Leilão Ciência e Tecnologia AEPET Aposentadorias Aposentados Leilão de Libra Leilão de Xisto Gás de Xisto Crise na OGX Direitos Trabalhistas Educação Meio Ambiente Europa EUA Guerra Greve História Justiça Manifestações Mercosul Transporte Tortura Terceirização Violência Venezuela Economia Saúde Gasolina Gás Energia Pré-sal Faixa Livre Xingu mst Comperj Dívida Pública Governo Água Luz Irã Selic Síria Medicina Médicos Argentina Brasil PCB UPPs Fernando Siqueira Ronaldo Tedesco ROYALTIES Violência Policial no RJ Greve dos Servidores Universitários Livro doado AEPET Pasadena Petrobrás na berlinda CPI da Petrorás O Brasil hoje Imposto de Renda Petrobras Opep Previdência Social democratização mídia PIB Pesquisa eleitoral pre-sal leilões P&D investimentos Brics economia brasileira neoliberalismo reservas TCU balança comercial desenvolvimento Comissão da Verdade sistema financeiro Desenvolvimento Sustentável presidenciáveis reajuste preços Democracia lucro dos bancos tirania AIE Agência Internacional de Energia plebiscito José Augusto Ribeiro FMI preço dos combustíveis Anistia Dércio Garcia Munhoz Debate Brasil Eleições Professores Dia Nacional de Luta Arábia Saudita Escobar Paulo Metri Corrupção na Petrobrás Dilma Rousseff Emídio Rebelo Filho Momento político Reforma política Grécia Impeachment Planos de saúde Maioridade penal Reforma eleitoral Reforma Política Reforma Política Ocupação na Câmara Espionagem MEC Movimento popular preparatório da manifestação contra a Olimpíadal Greve dos bancários Situação dos médicos nos planos de saúde Política brasileira Leilão do Pré-sal Greve do ensino rede estadual e municipal do Rio Papa Despejo na Ilha do Governador Aumento da Taxa de Juros VARIG AERUS Ativos da Petrobras Ato em defesa da Petrobras Política do Rio Manifestação dos Médicos Chávez Enchentes Assembléia Argélia Aldeia Maracanã Petrobrás Epaminondas de Souza Mendes Economia Mundial Equador Países Japão Light Rio de Janeiro Politica Conflitos em Campos Drogas crise politica Alex Prado Momento ´jurídico Eldorado-Carajás Confronto de Poderes Pastor Polícia Livro sobre a UH MP dos Portos G8 PEC 241 Abril vermelho Caso Cachoeira Delta Código Florestal Economia na Europa Eleiçõesno Egito