Notícias

Produção da Petrobrás segue em alta

Data: 15/10/2014 
Fonte: Petrobrás
Autor: Rogério Lessa

A Petrobrás segue expandindo a produção de petróleo e gás, mesmo com os preços em queda no mercado internacional. Por sinal, a queda dos preços do barril de petróleo para a faixa dos US$ 88 e a alta verificada na cotação do dólar anulam a defasagem da gasolina, que estava sufocando o caixa da Petrobrás. A AEPET reforça sua posição favorável ao controle do ritmo da produção em função da capacidade de refino e das regras de conteúdo nacional. 

No entanto, a produção consolidada de petróleo e gás da Petrobrás, no Brasil e no exterior, alcançou 2 milhões 781 mil barris de óleo equivalente por dia (boed) em setembro, informou a Petrobrás. Esse volume foi 0,8% superior ao registrado. O crescimento da produção decorreu, principalmente, do ramp up da produção das plataformas P-55 e P-62, em Roncador (Bacia de Campos), e do FPSO Cidade de Paraty, em Lula Nordeste (Bacia de Santos). No mês de setembro, seis novos poços offshore iniciaram operação nas bacias de Santos e Campos, sendo cinco poços produtores e um injetor, totalizando 53 poços novos no ano. 

No exterior, setembro registra alta de 3,2%

No exterior foram produzidos, no mês de setembro, 215,6 mil barris de óleo equivalente por dia (boed), representando um aumento de 3,2% em relação aos 208,9 mil boed produzidos no mês anterior. Já a produção média de gás natural no exterior foi de 16 milhões 293 mil m³/d, 3,1% acima do volume produzido no mês de agosto, que foi de 15 milhões 807 mil m³/d. Este aumento é devido a uma maior produção no Lote 57, Campo de Kinteroni, no Peru, causada pela maior demanda por exportação de GNL a partir desse país. 


Conteúdo Relacionado

Tags