Rio de Janeiro,
Notícias

Petróleo é a chave para superar crise na indústria

Data: 10/10/2014 
Autor: Rogério Lessa

Diante de um cenário internacional adverso para a indústria brasileira, a começar pela difícil concorrência com os países emergentes asiáticos, o Instituto de Estudos para o Desenvolvimento da Indústria (IEDI) elaborou mais um balanço negativo para o setor, que divulgamos nesta edição. A indústria amarga perdas tanto na produção quanto na oferta de empregos e a AEPET tem reiterado que uma das poucas janelas que se abrem para a manufatura no Brasil é o setor petróleo, se houver racionalidade na exploração. Para tanto, é imprescindível que o país controle o ritmo da exploração do petróleo e do gás de forma a garantir que os fornecedores nacionais possam atender à demanda e, simultaneamente, gerar tecnologia.

Documento da Agência Internacional de Energia revela que, em 2040, as fontes renováveis representarão 7% do consumo mundial e o petróleo, com todos seus prós e contras, ainda significará 75% da energia. Isso significa, por exemplo, demanda por plataformas, navios-sonda, barcos de apoio e navios de petróleo. Somente o setor naval em breve irá atingir a marca de 100 mil empregos diretos e mais 700 mil indiretos, segundo o Sindicato Nacional da Indústria da Construção e Reparação Naval e Offshore (Sinaval). Vale lembrar que apenas o Campo de Libra deverá gerar investimentos de R$ 488 bilhões, a maior parte a ser gasta no Brasil, se as empresas nacionais forem capazes de atender as encomendas, principalmente da Petrobrás.

 

Clique aqui para ver o estudo do IEDI

Conteúdo Relacionado

Av. Nilo Peçanha, 50 - Grupo 2409
Centro - Rio de Janeiro-RJ CEP: 20020-100
Telefone: 21 2277-3750 - Fax 21 2533-2134
Compartilhe
AEPET - Associação dos Engenheiros da Petrobrás Desenvolvido por Arte Digital Internet