Notícias

Aécio ameaça voltar ao regime de concessões

Data: 24/09/2014 
Autor: Rogério Lessa

Sob o pretexto de “atrair investimentos”, o candidato tucano à Presidência da República, Aécio Neves, acena com a realização de mais leilões e uma volta ao modelo de concessões para a exploração do petróleo do pré-sal, em detrimento do modelo de partilha. Este último estabelece que a União é a dona do petróleo explorado por empresas privadas, havendo a obrigatoriedade de a Petrobrás figurar como operadora única.

A AEPET se opõe à realização de leilões e ao modelo de concessões, entre outras razões porque tira da União a autonomia para ditar o ritmo da produção. A AEPET entende que  a produção deve estar em sintonia com a capacidade de fornecimento da indústria local e com uma estratégia para o desenvolvimento tecnológico e industrial. 

Isto se torna ainda mais importante no momento em que a indústria de transformação,  responsável por metade do PIB da indústria geral no Brasil, se mantém estagnada desde 2010, com salários crescendo acima da produtividade. Em contraste, a Federação das Indústrias de São Paulo (Fiesp), aponta que o setor de petróleo e gás será o de maior produtividade no país em 2029. As previsões da Fiesp apontam um aumento de participação do setor no PIB, saltando de 12% (registrados em 2012) para quase 20% no ano de 2020.

O setor movimenta uma ampla cadeia produtiva: máquinas e equipamentos, siderurgia, metalurgia, material elétrico, o setor naval e vários segmentos industriais da cadeia química e eletrônica. Na área de serviços, o leque vai desde serviços técnicos gerais (de gestão, jurídicos, contábeis, projeto, construção, etc.), até serviços de transporte. Ainda segundo a Fiesp, o efeito multiplicador do segmento de petróleo e gás atinge toda a indústria de transformação e pode ajudar a dinamizar os setores de maior impacto socioeconômico para o país. 

Conteúdo Relacionado

Tags

Petróleo Política Leilão Ciência e Tecnologia AEPET Aposentadorias Aposentados Leilão de Libra Campanha Salarial Educação EUA Greve Venezuela Economia Privatização Pré-sal Fundos de Pensão Faixa Livre Universidade Brasil Ucrânia Carnaval PT Fernando Siqueira Silvio Sinedino Vila Autódromo STF Luis Nassif Petrobras Guilherme Estrella Paulo Passarinho Opep petroleo Colômbia Previdência Social leilões Abimaq indústria naval economia brasileira Cultura conteúdo nacional Transpetro fundo social Ildo Sauer Sebrae exportações desenvolvimento Modecon Desenvolvimento Sustentável pesquisa USP Soberania Nacional petróleo e desenvolvimento desindustrialização indústria do petróleo Eike Batista produção industrial Ricardo Maranhão produtividade delação premiada Clube de Engenharia Eleições Terrorismo Rio Oil & Gas PNAD lobistas UFRJ ABI Indústria e desenvolvimento regime de partilha Raul Tadeu Bergmann José Carlos de Assis Firjan Paulo Brandão conselheiros fundos de pensão Momento político Felipe Coutinho Adriano Benayon PSDB Caso Celso Daniel Grécia Roberto Amaral Repetro Impeachment Momento econômico Maioridade penal Manifesto em defesa da Petrobras Prêmio OTC Fernando Brito Urnas eleitorais Desoneração fiscal Operadora única Greve dos bancários Situação dos médicos nos planos de saúde André Araújo Greve de professores Turquia Lei Greve da Eletrobras Petrobrás Ativos da Petrobras FNP Olimpíadas Petrobrás UERJ Cunha BR Distribuidora Bernardo Kocher Emanuel Cancella Edson Monteiro Samarco produção Drogas OSs Alex Prado 14 Razões Chernobil Taxa de juros Maluf Pedro Parente Fundo Soberano Plano econômico Calamidade no Rio de Janeiro Pedro Pinho filme Rita Freire Partido novo Segundo turno Marcelo Freixo Vitória de Trump Estado do Rio da falência à prisão de seus moradores Rogério Lessa Raul Bergmann