Notícias

Petrobrás desenvolve biolubrificantes no Ceará

Data: 26/08/2014 
Fonte: Petrobras
Autor: Rogério Lessa

A projeção de crescimento para o mercado de biolubrificantes é de 10% ao ano. Entre as principais causas estão os benefícios ambientais proporcionados por esses produtos. Atenta a esse mercado, a Petrobrás desenvolveu produto biodegradável e obtido a partir de fontes renováveis em uma planta piloto do Núcleo Experimental de Fortaleza do Centro de Pesquisas da Petrobras (Cenpes), localizado na Refinaria Lubrificantes e Derivados de Petróleo do Nordeste (Lubnor), em Fortaleza (CE).

A Lubnor é uma das líderes nacionais em produção de asfalto e produz lubrificantes naftênicos (produto utilizado como isolante térmico para transformadores de alta voltagem, amortecedores para veículos e equipamentos pneumáticos).

As primeiras cargas experimentais, que usam novas matérias-primas, resultaram em três biolubrificantes básicos obtidos a partir de óleos vegetais e biodiesel. "O projeto avalia também novas aplicações para estes produtos conforme a demanda do mercado consumidor que, dentre as aplicações industriais e marítimas, destacam-se os fluidos hidráulicos, graxas e óleos de motores de dois tempos", informa a Petrobrás, acrescentando que a tecnologia desenvolvida já rendeu cinco pedidos de depósitos de patentes nos últimos quatro anos.

"A Petrobras Biocombustível e a Petrobras Distribuidora apoiam as pesquisas voltadas para a produção de biolubrificantes, que são lubrificantes rapidamente biodegradáveis e não tóxicos para os seres humanos e para o ambiente. Com isso, além de reduzir os impactos ambientais, a tendência é que sejam reduzidos ainda os custos relacionados à destinação adequada dos óleos lubrificantes usados", esclarece a Companhia.

Conteúdo Relacionado

Tags