Notícias

Petrobrás ajuda Rio a liderar geração de empregos

Data: 05/08/2014 

O Rio de Janeiro foi o estado que mais empregou no país, no período 2008-2012. No geral, a construção civil (28,5%) foi o carro-chefe da geração de postos formais de trabalho devido, principalmente, aos projetos de obras de infraestrutura urbana. No entanto, as atividades extrativas (26,5%) vêm logo a seguir. Particularmente no município de Macaé a Petrobrás ditou a dinâmica da geração de empregos. 

As informações constam do primeiro Boletim Ceperj, elaborado pelo Centro de Estatísticas, Estudos e Pesquisas (Ceep) da Fundação Ceperj. As bases de dados utilizadas são a Rais (Relação Anual de Informações Sociais) e o Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados). 

“As regiões Metropolitana e Norte Fluminense foram as que mais criaram postos de trabalho. O Rio cresceu 20,2%, evolução equivalente à média nacional, enquanto no Estado de São Paulo, por exemplo, o emprego formal cresceu menos de 8%, nas mesmas atividades, no mesmo período”, comentam os técnicos da Fundação Ceperj, que destacaram também o Comperj (Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro), em Itaboraí; como importante gerador de empregos formais.


Conteúdo Relacionado