Artigos

Vai sobrar petróleo no mundo

Data: 29/01/2014 
Fonte: O Globo
Autor: Tasso Azevedo

Vai sobrar petróleo no mundo

Tasso Azevedo


A produção de petróleo está alcançando o seu pico, mas as reservas existentes ainda são suficientes para várias décadas de oferta. As reservas de carvão mineral são ainda mais extensas e também poderiam abastecer a demanda além deste século. Mas, se a trajetória de queima de combustíveis fósseis for mantida, caminhamos para um cenário de aumento da temperatura global na casa de quatro a seis graus, uma catástrofe.

Felizmente existem vários sinais de que, muito antes de a escassez destas fontes energéticas ser um problema, sua demanda será reduzida contundentemente. As energias de fontes renováveis estão ganhando momento de forma expressiva e esta década será lembrada como aquela em que o mundo iniciou uma radical transformação das suas fontes de energia.

A Agencia Internacional de Energia Renovável publicou este mês o REmap 2030 (Renewable Energy Road Map 2030), com um mapa do caminho para se dobrar a proporção de energia renovável no planeta dos atuais 18% para 36% até 2030. Todo este incremento se vale de tecnologias já existentes em escala comercial e em projeções de aumento de eficiência energética conservadoras.

Essencialmente, as mudanças devem ocorrer nos setores de transportes, indústria, geração de eletricidade e construções/habitações, e envolvem, por um lado, o descolamento da relação direta entre crescimento econômico e demanda de energia e, de outro, a redução dos subsídios aos combustíveis fósseis e aumento do investimento e incentivos a energias renováveis.

À medida que os custos da energia solar e eólica caem, ficam evidentes as inúmeras vantagens logísticas, operacionais, econômicas e sociais destas fontes e ampliam-se os esforços para resolver os seus limitantes, como os sistemas de armazenamento e operação de geração distribuída. No cenário do REmap, o consumo de combustíveis fósseis será reduzido em 10% até 2030 e após o declínio se acentuará.

Até 2050 a energia solar estará tão difundida e distribuída a um custo tão competitivo que para a geração que nascer nessa década será difícil entender como passamos tantos anos dependentes de fontes de energia tão complicadas e trabalhosas como o petróleo e carvão.

A percepção deste cenário é fundamental para refletir sobre os investimentos na produção como estratégia de desenvolvimento atualmente em curso no Brasil. Por motivos ambientais, sociais, tecnológicos e econômicos, a demanda por petróleo será reduzida e quase 1 trilhão de dólares em investimentos nas próximas décadas podem se transformar num tremendo mico.


Conteúdo Relacionado

Tags

Petróleo Política Óleo Leilão Greve dos Petroleiros Ciência e Tecnologia AEPET ALERJ Aposentadorias Aposentados Leilão de Libra Leilão de Xisto Gás de Xisto Campanha Salarial Crise na OGX Direitos Humanos Direitos Trabalhistas Desigualdade Social Educação Meio Ambiente Europa EUA Guerra Greve História Justiça Manifestações Mensalão Mercosul Transporte Tortura Terceirização Violência Venezuela Economia Saúde Gasolina Engenharia mobilidade Gás Energia Amazônia Pré-sal Refinaria Faixa Livre Xingu mst Comperj Dívida Pública Cuba Governo Água Universidade Luz Irã Selic Agrotóxicos Emprego Trabalho Síria Medicina Médicos Argentina Brasil Ucrânia Ditadura rádio PCB Juros Protesto Carnaval PSTU PT Greve dos Garis Plataforma UPPs PIDV Heitor Manoel Pereira Fernando Siqueira Diomedes Cesário Silvio Sinedino Ronaldo Tedesco Diretoria Diretoria AEPET ROYALTIES CPI dos ônibus Pasadena Petrobrás na berlinda Força Armadas nas favelas do RJ segurança pública STF CPI da Petrorás sindipetro O Brasil hoje TKCSA libra Economia da América Latina Graça Foster Petrobras Situação da economia Superfaturamento da Copa e da Olimpíada do RJ Paulo Passarinho Pedro Celestino Pereira Paralização da rede estadual Paralização dos prof. da rede municipal Greve dos professores Opep Sandra Quintela Impactos da Copa no Rio Grande do Sul Caso Rubens Paiva PIB Pesquisa eleitoral Psol pre-sal leilões investimentos economia brasileira neoliberalismo reservas Eleições na AEPET desenvolvimento Comissão da Verdade China Desenvolvimento Sustentável presidenciáveis preços inflação Polícia Militar preço dos combustíveis Anistia Debate Brasil delação premiada Eleições Professores ONU Arábia Saudita Escobar César Benjamin Paulo Metri Dilma Rousseff Política Federal Momento político Grécia Planos de saúde Maioridade penal Reforma Política Greve na ADUFRJ Ocupação na Câmara Novos partidos Senado Greve dos bancários Situação dos médicos nos planos de saúde Progrma Mais Médicos Ocupação da Câmara dos Vereadores Política brasileira Leilão do Pré-sal Leilão de petróleo Esilio de Snowden CPI de ônibus Leilão de Libra Programa Mais Médico Site do Brasil nunca mais Porto do Açu Greve de professores CPI ensino particular Papa Despejo na Ilha do Governador Ato em defesa da Petrobras Assembléia Homenagem Aldeia Maracanã Seminário Petrobrás Epaminondas de Souza Mendes Economia Mundial Equador Zona Sul Rio de Janeiro Politica Código de Mineração Conflitos em Campos Drogas crise politica Alex Prado Momento ´jurídico Eldorado-Carajás Pastor Polícia Livro sobre a UH Índios filme PEC 241 Caramuru Abril vermelho Caso Cachoeira