Colunas
Colunista Eugenio Mancini

ENGENHARIA E GESTÃO DE EMPREENDIMENTOS Parte 6 – A Mudança Essencial

Data: 27/08/2015 
Autor: Eugenio Mancini
Arquivo: Parte-6-Essencial.pdf

A  contratação do tipo EPC faz parte de um modelo de gestão que  resulta em custos  mais elevados  para  a  Petrobras,  por  sua  própria  natureza  –transferência  de  responsabilidades e  de  riscos  excessivos  à  contratada  –  e pela dificuldade, intrínseca ao modelo, de inibir as manobras de mercado e a formação  de  carteis  pelas  empresas  fornecedoras  de  bens  e serviços.  Sem muita dificuldade, é possível vislumbrar a possibilidade de ganhos indevidos ou excessivos das contratadas, distribuídos na "caixa preta" de suas propostas a preço  global e localizados em  margens resultantes  de riscos e contingências não incorridos, subcontratações, diferenças nos preços de compra e venda de bens,  tributos  recuperáveis  não  repassados, otimizações  de  projeto  em benefício  próprio  e  expectativas  de  aditivos  decorrentes  de alterações  de escopo e de prazo, entre outros fatores. 

 

Clique aqui para ler a íntegra do texto



Conteúdo Relacionado