Rio de Janeiro,
Colunas
Colunista Paulo Metri

Base de Alcântara

Data: 04/07/2017 
Fonte: Jornal Brasil Popular Autor: Paulo Metri

A Coroa Portuguesa, quando a Colônia foi invadida por franceses e holandeses, lutou para expulsá-los. 60 mil brasileiros morreram para que não houvesse perda de território nacional para os invasores paraguaios. O Barão do Rio Branco dedicou parte da sua vida à expansão das fronteiras nacionais. Agora, há a intenção de esta Base ser entregue sem usufruto algum para a nossa sociedade aos Estados Unidos da América (EUA).

 

Este país comprou, conquistou através da força, ou negociou territórios com o Reino Unido, a França, a Espanha, o México, a Rússia e o Canada, para quase triplicar a sua área original. O usurpador do governo brasileiro, não representativo do nosso povo por ser golpista, quer entregar parcela do território nacional para os EUA, para a instalação de base militar.

 

Se fosse por compensação financeira, o Brasil lucraria muito mais com o serviço de lançamento de satélites, a partir de sua própria base e seu veiculo lançador. Alcântara, devido ao seu posicionamento estratégico na linha do Equador, é cobiçada.

 

Sendo Alcântara entregue aos EUA, a área será território estadunidense e serão proibidas inspeções pelas nossas autoridades do que lá existe. Em situação de guerra, Alcântara, será usada pelos EUA, certamente, para o lançamento de mísseis com ogivas nucleares. Sem ser o único, é conhecida a postura belicista deste país.

 

A Alínea a do Inciso XXIII do Artigo 21 da nossa Constituição diz que: “toda atividade nuclear em território nacional somente será admitida para fins pacíficos e mediante aprovação do Congresso Nacional”. Assim, existe um impasse constitucional.

 

Além disso, a partir do momento que existirem misseis nucleares no Brasil, potenciais adversários dos EUA passam a direcionar seus mísseis também para o Brasil. Assim, ceder Alcântara é também se colocar no palco de uma eventual guerra nuclear.



Conteúdo Relacionado

Tags

Petróleo Política Óleo Leilão Greve dos Petroleiros Ciência e Tecnologia AEPET Aposentadorias Aposentados Leilão de Libra Leilão de Xisto Gás de Xisto Campanha Salarial Crise na OGX Direitos Humanos Direitos Trabalhistas Desigualdade Social Educação Meio Ambiente Europa EUA Greve História Justiça Manifestações Mercosul Transporte Tortura Terceirização Violência Venezuela Economia Saúde Gás Amazônia Pré-sal Benefícios Faixa Livre Comperj Cuba Governo Água Universidade Irã Síria Argentina Brasil Biografia processos ações Heitor Manoel Pereira Fernando Siqueira Diomedes Cesário Silvio Sinedino Ronaldo Tedesco Diretoria ANIVERSÁRIO Diretoria AEPET Violência Policial no RJ SÓCIO Greve dos professores Universitários sindipetro francisco soriano João Victor Campos Petrobras Situação do Brasil hoje Paulo Passarinho Previdência Social Cedae Brics corrupção O GLOBO Eleições na AEPET Comissão da Verdade China Copa do Mundo INSS geopolítica plebiscito Polícia Militar Ricardo Maranhão carta aos presidenciáveis Fenaspe Clube de Engenharia Eleições Facebook Ficha limpa Shell UFRJ ONU correção do FGTS Eleições 2014 Petrobrás operadora única Paulo Metri Corrupção na Petrobrás Dilma Rousseff Emídio Rebelo Filho Golpe Momento político Felipe Coutinho Defesa da Petrobrás STJ Reforma política Anselmo Gois Edital de convocação diretoria 2015 - 2017 Monopólio Atentado na França Movimento em Defesa da Petrobrás Grécia Aliança pelo Brasil liquidação de ativos Petros Assembleia de acionistas Momento econômico Maioridade penal Conselho Deliberativo AEPET Reforma eleitoral AEPET Direto PDT Reforma Política AEPET apresenta 14 razões em defesa da Petrobrás como operadora única do pré-sal Operadora única Greve na ADUFRJ Audiência pública sobre o documento da AEPET sobre o pré-sal Reforma da Previdência Troca-troca de partidos EBSERH Violência contra professores Ocupação na Câmara Conselho Universitário- EBSERH Novos partidos Governo Vargas Senado PSB Espionagem Alemanha Situação da China Situação da Grécia Pré-sal no Senado Desinvestimento da Petrobras Vendas de aditivos da BR Vendas de ativos da BR Greve da Eletrobras Ativos da Petrobras Ato em defesa da Petrobras Congresso FIST Energia elétrica Dívida Paralização CORECON Olimpíadas Servidores Votação Carta Capital França Seminário Economia Mundial Lava-Jato Capitalismo UERJ Veto Servidor público Ministério do trabalho Troca de partido do PSOL para a REDE Reinaldo Gonçalves Roberto Romano João Abreu Unicamp Sindifisco Politica Documento da AEPET sobre proposta de José Serra José Serra Alex Prado CLT saúde socialismo Pedro Pinho Arnaldo Jordy Economia - O que esperar para 2017? Assembleia Mulher, momento atual Dia da mulher: Para comemorar ou lutar? BNDES AEPETV Dorodame Moura Leitão Caso Cachoeira Delta Osvaldo Neves Liquigás Frente Nacionalista A Justiça no IV Encontro Ministério Público e Movimentos Sociais
Av. Nilo Peçanha, 50 - Grupo 2409
Centro - Rio de Janeiro-RJ CEP: 20020-100
Telefone: 21 2277-3750 - Fax 21 2533-2134
Compartilhe
AEPET - Associação dos Engenheiros da Petrobrás Desenvolvido por Arte Digital Internet